Blog do Arcanjo

Categorias

Histórico

Rapidinhas: Primo de William Bonner é Ayrton Senna em musical

Miguel Arcanjo

20/10/2017 07h02

Hugo Bonemer é Ayrton Senna em musical que estreia no Rio – Foto: Caio Gallucci/Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Herói nacional
Hugo Bonemer, ator que já estrelou musicais como “Hair” e “Rock in Rio” e que também é conhecido por ser primo do jornalista William Bonner, é o protagonista de “Ayrton Senna, o Musical”. Estreia em 10 de novembro no Teatro Riachuelo, na Cinelândia, no Rio. Emoção não faltará.

Grande elenco
Além do famoso piloto que morreu tragicamente durante uma corrida na Itália em 1994, papel defendido por Hugo Bonemer, haverá outros 23 aristas no palco. A temporada está prevista para durar até 4 de fevereiro. Depois, o musical pretende fazer temporada em São Paulo. Que bom.

Leda Nagle faz entrevistas com direito à música ao vivo dos entrevistados no Teatro Itália às segundas – Foto: Divulgação

Sarau da Leda
Depois que foi demitida do programa “Sem Censura” na TV Brasil, no qual fez história, a excelente jornalista mineira Leda Nagle segue firme e forte com suas entrevistas na internet e agora também nos palcos de São Paulo, com direito a música ao vivo de seus convidados.

Famosos no palco
Leda vai receber famosos como Toquinho (30/10), Lobão (6/11), Leci Brandão (13/11), Roberta Miranda (20/11) e Ângela Maria (27/11) no palco do Teatro Itália (av. Ipiranga, 344, República), sempre às segundas, 21h. O ingresso é R$ 60 a inteira e R$ 30 a meia. Estão todos convidados.

Debora Reis, que vive Hebe no musical – Foto: Marcos Ribas e Manuela Scarpa/Brazil News

Sucesso
Talentosa, Debora Reis, que vive Hebe, está sendo muito paparicada por todos desde que a peça estreou. Está vivendo um sonho. Aos amigos, ela confidencia que está com os pés no chão para não se deslumbrar. Garota esperta.

Corta!
Miguel Falabella resolveu cortar a cena de “Romeu e Julieta” em “Hebe, O Musical”. Teve gente no elenco que ficou mal. Mas é que estava longo demais. A coluna apoia o corte.

Mágoa
Ah, tem gente que trabalhou com Hebe que está magoadíssima porque ainda não foi convidada a ver o musical. Uai, gente, para de drama, compra o ingresso e vai!

Alessandra Maestrini, de smoking, e Miguel Falabella, de vestido: mestres de cerimônia trocaram de gênero na apresentação do 5º Prêmio Bibi Ferreira – Foto: Naira Messa/Divulgação

Troca troca
Falando em Miguel Falabella, causou burburinho a troca de roupas entre ele e Alessandra Maestrini na apresentação do Prêmio Bibi Ferreira, nesta quarta (18), no teatro Santander. Ah, veja a lista de quem levou.

Homem ou mulher?
Enquanto Maestrini ficou de smoking, Falabella usou um vestido. A plateia veio abaixo. Viva a diversidade e o respeito a todos!

Paulette Pink afirma que tomaram o troféu que ela ganhou pelo visagismo da peça “Forever Young” no Prêmio Bibi Ferreira – Foto: Divulgação

Cadê meu troféu?
Paulette Pink, famosa drag e maquiadora paulistana (quando assina como Paula Sabbatini), responsável pelo visagismo de “Forever Young”, acusou o Prêmio de Bibi Ferreira por não listá-la como responsável pelo trabalho, vencedor em sua categoria – constou apenas o nome de Hugo Daniel na lista de ganhadores. Segundo Paulette, ela subiu ao palco porque a organização ficou constrangida com sua presença, mas deram a ela um troféu cenográfico: “O ápice desse dramalhão é que fui embora sem o troféu conquistado. O mesmo me foi tomado das mãos nos bastidores”, denunciou no Facebook, dizendo-se vítima de preconceito.

Cadê a diversidade?
Paulette Pink afirmou que o Prêmio Bibi Ferreira é “um universo que se diz ‘entendido'”, no qual “a palavra diversidade não passa de balela”, e completou: “Ninguém quer gente como eu por perto – ali eles se misturam apenas entre os iguais”. Tenso.

Guilherme Chelucci, que fez par com Grace Gianoukas, a Teodora de “Haja Coração”: ele está na peça “Angel”, em SP, toda quinta, 21h, no Teatro Itália – Foto: João Miguel Jr./Globo/Divulgação

Anjo mau
Guilherme Chelucci, que foi o pescador que resgatou Teodora (Grace Gianoukas) na novela “Haja Coração”, na Globo, pode ser visto nos palcos de São Paulo, toda quinta, 21h, no Teatro Itália. Ele está na peça “Angel”, com texto de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando Barros, dirigida por Eduardo Martins. Interpreta um ambicioso garoto de programa na trama cheia de suspense e traição. Eita.

O preferido
Baiano, personagem de Guilherme Chelucci em “Angel”, disputa o posto de predileto de uma poderosa senadora, papel de Cléo Ventura, com Angel, o vaidoso garoto de programa vivido por Bruno Pacheco. Uma disputa e tanto.

Burburinho
Falando em Grace Gianoukas, dizem por aí que ela está arrasando em “Hortance, a Velha”, no Teatro Renaissance, em São Paulo. Poderosa.

A atriz Marba Goicochea – Foto: Bob Sousa/Divulgação

Vai um bauru?
Marba Goicochea, a grande atriz peruana radicada em São Paulo, está fazendo as malas. Mas, calma, gente, ela não voltará para Lima. Só vai dar um pulo rápido em Bauru, no interior paulista, para apresentar a peça “Quantos Segundos Dura uma Nuvem de Poeira”, com sua Cia. Bruta de Arte, dentro do Festival de Artes Cênicas – FACE 2017. A sessão gratuita é na próxima segunda (23), às 20h, no Teatro Municipal de Bauru. Imperdível.

Xô, xenofobia!
Com programação gratuita, a Cultura Inglesa de São Paulo participa do Mostra Conexões com peça inédita no país. A apresentação de “Extremismo”, de Anders Lustgarten, será feita por um dos grupos de teatro da Cultura Inglesa, nesta sexta (20), às 20h30. O dramaturgo criou a peça sobre uma classe em estado de choque com a prisão de um colega, o imigrante Jamal. Tema atualíssimo.

Elenco de “Dostoiévski-Trip”: estreia no CCBB-SP – Foto: Clarissa Morgenroth/Divulgação

Obsessão russa
Depois de sete anos atrás colocar o público para assistir uma peça com intermináveis sete horas, “O Idiota”, as companhias Livre e Mundana voltam a se encontrar, mais uma vez tendo a literatura russa como base. Eles gostam.

Novo nome
A nova peça é “Dostoiévski-Trip”. Trata-se de uma nova viagem ao universo do escritor russo e ao famoso romance publicado em 1869, com texto de  Vladímir Sorókin. Ele é um dos grandes nomes da chamada nova literatura russa e já foi encenado em Moscou e Nova York. Que chique.

A data
Com direção de Cibele Forjaz, o espetáculo, inédito por aqui, estreia no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo, no próximo dia 28 de outubro. A turma intelectualizada vai se estapear por um ingresso. Ah, no elenco está Lúcia Romano, querida da coluna. Merda.

Testosterona em jogo em “Tudo sobre os Homens” – Foto: Camilo Brunelli/Divulgação

Mundo masculino
Espetáculo dirigido por Flavio Faustinoni, “Tudo sobre os Homens” traz obra do escritor croata Miro Gavran com Juan Alba, Denis Victorazo e o próprio Flavio no elenco. Puro testosterona.

Revezamento
Na peça, os atores se revezam entre quatro personagens que contam diferentes histórias sobre o universo masculino. As apresentações são pouquíssimas: no Clube Hebraica, só nos dias 26, 28, 31 de outubro e 1º de novembro. Depois não diga que não avisei.

Paulo Azevedo e Juan Alba em “A Serpente” – Foto: Leekyung Kim/Divulgação

Mais um
Juan Alba já engata na sequência a temporada de “A Serpente”, sob comando de Eric Lenate. O talentoso ex-pupilo de Antunes Filho que adora usar colete.

Encontro marcado
A estreia de “A Serpente” está marcada para dia 2 de novembro no Teatro Viradalata, em São Paulo. Ah, esta é a primeira vez que Alba é dirigido por Lenate. Então, tá.

“Enquanto as Crianças Dormem”: últimas duas sessões em São Paulo – Foto: Edson Lopes Jr./Divulgação

Reta final
“Enquanto as Crianças Dormem”, o antimusical escrito e dirigido por Dan Rosseto, faz só mais duas apresentações no Teatro Viradalata, em São Paulo. Esta sexta (20) e a próxima (27), sempre às 21h. Corra, Lola, corra.

Esperança é a última que morre
Na peça, Carol Hubner é Kelly, a sonhadora atendente de lanchonete fast food que sonha em virar estrela da Broadway. Será que ela consegue, tadinha?

Satyrianas ocupa a praça Roosevelt: agora não pode mais por ordem da Prefeitura de São Paulo – Foto: Eduardo Enomoto

Não pode
Os artistas do grupo Os Satyros estão revoltados com a proibição da Prefeitura de São Paulo que o tradicional evento ocupe a praça Roosevelt. Afinal, foi o grupo, com seu teatro, que ajudou a recuperar o lugar. A proibição é absurda.

Expulsos de casa
Sobre a proibição da Satyrianas na praça Roosevelt, Ivam Cabral, fundador do Satyros ao lado de Rodolfo García Vázquez, declara: “Nós, artistas somos os lixeiros da sociedade. A gente limpa a sujeira e, depois, não é convidado pra festa”.

Apesar de você
Mesmo com proibição de eventos na praça Roosevelt, Gustavo Ferreira, coordenador geral da Satyrianas, diz que a festa deste ano será linda. De 2 a 5 de novembro. Vá.

Falsiane
Falando em praça Roosevelt, uma atriz está querendo dar o tombo nos colegas de cena em uma peça por lá. Está ficando feio…

“O Bebê que Não Dormia” – Foto: Xan/Divulgação

Choro de bebê
O espetáculo infantojuvenil “O Bebê Que Não dormia e Trocava a Noite pelo Dia” estreia no Teatro Jaraguá, em São Paulo, dia 21 de outubro. O texto é de Veridiana Toledo e direção do Marcelo Galdino. Leve as crianças peraltas.

Lambendo a cria
Escrito em 2012, o texto é inspirado na experiência pessoal da autora e do diretor Marcelo Galdino com o nascimento de Ian, filho casal. Acha que ter filho é moleza?

Coloridos
O elenco de “O Bebê Que Não Dormia e Trocava a Noite pelo Dia” (ufa!) tem ainda Luciano Gatti, Marcelo Diaz, Lívia Ziotti e Diego Rodda.

Cena do musical infantil “Reciclones” – Foto: Pedro Febronio/Divulgação

Reciclando
Já que a coluna entrou no clima infantil, vamos lá: Homem Plástico, Senhor dos Papéis e Vida Vitral, além do Latacão, são os Reciclones, super-heróis do ano de 2063, data em que a natureza no Planeta Terra está devastada, graças à terrível vilã Nebulosa. Esse é o ponto de partida do musical infantil “Reciclones – Na Conquista de um Lixo Consciente”, que está em cartaz aos sábados e domingos, às 16 horas, no Teatro Viradalata.

Meio ambiente
Esta é a primeira montagem em língua portuguesa da Cia Paulista de Teatro Bilíngue, conhecida do público pelos espetáculos em inglês, traz momentos de reflexão sobre o meio-ambiente sem deixar as crianças entediadas. Ritmos como baião e frevo mantém as crianças atentas. Outro charme fica por conta da cenografia e figurinos, todos confeccionados com material reciclável. Belo exemplo.

Flávia Garrafa em “Fale Mais sobre Isso” – Foto: Lila Batista/Divulgação

Ela voltou
Flávia Garrafa, a ótima atriz, volta ao cartaz com seu xodó: o monólogo cômico “Fale Mais Sobre Isso”. Faz apresentações nos dias 4 e 18 de novembro no Clube Hebraíca. O motivo de ter ficado um tempinho sem apresentar seu solo é a agenda cheia. Ela termina as gravações do filme “O Candidato Honesto 2” e, logo em seguida, começa a filmar “Tudo por um Popstar”. Nesta crise, não se pode reclamar de trabalho, né?

Acha pouco?
A atriz também está na série “Tô de Graça”, de Rodrigo Sant’anna, no Multishow. E além de tudo, coordena 20 turmas de teatro da Equipe Flávia Garrafa e até o final do ano dirige mais de 30 apresentações dos alunos com seu sócio e irmão Pedro Garrafa. Danada.

Rodrigo Sampaio e Magiu Mansur na peça “Tiros em Osasco”: apresentações em Marília – Foto: Leekyung Kim/Divulgação

Tiros em Marília
Acaba neste fim de semana a circulação pelo interior de São Paulo de “Tiros em Osasco”, montagem dirigida por Yara de Novaes que, no ano passado, lotou o Mezanino do Sesi, na avenida Paulista. A última parada da turma é em Marília. Gratuitas, as duas apresentações acontecem nesta sexta (20) e sábado (21), no Teatro do Sesi da cidade, às 20h. Marilienses, não percam.

Bala na agulha
O pessoal da Faminta Cia. De Teatro – formada no Núcleo de Artes Cênicas do Sesi – ainda não está satisfeito e quer uma terceira temporada de “Tiros em Osasco” para o ano que vem. Quem sobreviver a este país verá!

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Sobre o autor

Miguel Arcanjo Prado é jornalista formado pela UFMG, pós-graduado na USP e mestrando em Artes na UNESP. É vice-presidente da APCA. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV UFMG, O Pasquim 21, TV Globo, Curso Abril de Jornalismo, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, R7, Record e Record News.

Sobre o blog

O Blog do Arcanjo conta de um jeito leve e inteligente o que rola nos palcos e nos bastidores do mundo do Entretenimento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Topo