Blog do Arcanjo

Categorias

Histórico

No clima da Parada Gay, peças apostam na diversidade

miguelarcanjo

14/06/2017 07h03

Fechativa, Gaymada diverte e conscientiza o público a respeitar a diversidade sexual – Foto: Daniel Protzner

Por Miguel Arcanjo Prado

Maior do Brasil, a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo está marcada para o próximo domingo (18), na avenida Paulista. Até lá, a metrópole ferve de turistas que aproveitam o feriadão não só nas baladas e festas como também nas plateias dos teatros. Opção de peça que fale de diversidade é o que não falta, como mostra esta seleção do Blog do Arcanjo do UOL. Veja só.

Gaymada aposta no lúdico para combater a sociedade patriarcal heteronormativa – Foto: Divulgação

“Campeonato Interdrag de Gaymada”
Após causar furor no último Festiva de Curitiba, a divertida e fechativa Gaymada do coletivo mineiro Toda Deseo é uma intervenção urbana a partir do jogo da queimada. O objetivo é a diversão e o enfrentamento da sociedade patriarcal heteronormativa. Para garantir o clima lá no alto, há quatro líderes de torcida, uma DJ e uma juíza. Todas bafônicas, é claro.
Sábado (17) e domingo (18), 14h, no Sesc Pompeia (r. Clélia, 93, Pompeia, São Paulo). Grátis. Únicas apresentações.

Cena do musical “Lembro Todo Dia de Você”, que discute contaminação pelo HIV – Foto: Giovana Cirne

“Lembro Todo Dia de Você”
O musical original de Fernanda Maia com direção de Zé Henrique de Paula, tarimbada dupla do Núcleo Experimental, conta com músicas de Rafa Miranda. O roteiro acompanha a história de um jovem gay, pepel de Davi Tápias, que descobre ser soropositivo e precisa enfrentar o preconceito e as neuras do convívio com o vírus HIV.
Sexta, sábado e segunda, 20h, domingo, 19h. No CCBB-SP (r. Álvares Penteado, 112, metrô Sé, São Paulo). R$ 20 e R$ 10. Até 26/6/2017.

Cícero de Andrade, Davi Novaes e Silvano Vieira em “O Príncipe DesEncantado”, divertido musical infanto-juvenil – Foto: Caio Gallucci

“O Príncipe Desencantado”
Para as famílias com crianças, a dica é ensinar os pequenos a respeitar a diversidade sexual levando-os ao colorido musical infanto-juvenil escrito e dirigido por Rodrigo Alfer. Conta a história de um príncipe em conflito, que acaba por revolucionar o lugar-comum dos contos de fadas, dando um importante recado de aceitação às diferenças e combate ao preconceito.
Sábado e domingo, 15h. No Viga Espaço Cênico (r. Capote Valente, 1323, metrô Sumaré, São Paulo). R$ 50 e R$ 25. Até 30/7/2017

Desmesura tem sessões no Teatro Contêiner Mungunzá, na Luz – Foto: Alê Mandu

“Desmesura”
Soropositividade e transexualidade são os temas principais do terceiro espetáculo do Teatro Kunyn, que se inspira na vida do dramaturgo argentino Raul Taborda Damonte, o Copi, o queridinho da vez da classe teatral brasileira. Os atores saem de um buraco no meio do palco usando skate.
Sexta (16), sábado (17) e domingo (18), 20h. No Teatro Contêiner Mugunzá (r. dos Gusmões, 43, metrô Luz, São Paulo). R$ 30 e R$ 15. Únicas apresentações

“Limonada” faz sessão sexta, 23h59, no Parlapatões em São Paulo com aventuras de amor de jovem gay trintão – Foto: Fábio Pazzitto

“Limonada”
Com texto e direção de João Hannuch, a montagem jovem da Benvinda Cia. conta as desventuras amorosas de Beto, um rapaz gay que está se aproximando dos 30 anos de idade. Prestes a iniciar a comemoração de seu aniversário, ele recebe a visita de seus cinco ex-namorados. Imagine só a confusão.
Sexta, 23h59. No Espaço dos Parlapatões (praça Franklin Roosevelt, 158, metrô República, São Paulo). R$ 40 e R$ 20. Até 30/6/2017

Octávio Mendes dá vida à engraçadíssima Irmã Selma – Foto: Divulgação

“Irmã Selma”
Comédia de sucesso de Octávio Mendes, um dos fundadores da histórica “Terça Insana” e que interpreta o Seu Memê em “A Praça É Nossa” (SBT), a peça reúne personagens como a apresentadora sensacionalista Mônica Goldstein, o Ex Gay, que jura de pés juntos que mudou de vez, a cantora performática Maria Botânica e, claro, a azeda freira humorista Irmã Selma.
Quinta (15), 21h, e Sexta (16), 23h. No Teatro Gazeta (av. Paulista, 900, metrô Trianon-Masp, São Paulo). R$ 60 e R$ 30. Únicas apresentações 

“Os 120 Dias de Sodoma” tem jovens atores do Satyros como vítimas abusadas por poderosos – Foto: Andre Stefano

“Os 120 Dias de Sodoma”
O grupo Satyros conta a história de quatro poderosos libertinos que aprisionam belos jovens para fazer orgias e satisfazer seus prazeres obscuros. O espetáculo trata de questões filosóficas e políticas colocadas pela obra de Marquês de Sade, sob direção de Rodolfo García Vázquez, fazendo um paralelo com o contexto brasileiro de corrupção e decadência das instituições sociais.
Sexta, 23h59, No Estação Satyros (praça. Franklin Roosevelt, 134, metrô República, São Paulo). R$ 40 e R$ 20. Temporada por tempo indeterminado

Simone Magalhães, Jo Mistinguett e Leonarda Glück, do “Cabaré Selvático Rock Show” – Foto: Verônica Rodrigues

“Cabaré Selvático Rock Show”
As vedetes da curitibana Casa Selvática apresentam um vaudeville eletrônico subtropical. Velhas conhecidas do beco das garrafas, as amigas Lésbica Futurista, Paquita Preta, Cdzinha Performista e Moma abrem-se em cabaré para cantar e dançar sobre a tumba de seus ideais. Em um espetáculo multimídia de variedades, as artistas mesclam palavra, vídeo, música e “o mais puro vórtex da sexualidade humana”. Com Leonarda Glück, Jo Mistinguett, Simone Magalhães, Ricardo Nolasco e Nina Ribas.
Sábado (17), 19h. No Itaú Cultural (av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, São Paulo). Grátis. Única apresentação

Denilson Tourinho como Madame Satã no musical homônimo – Foto: Leticia Souza

“Madame Satã”
Dirigido pelo renomado João das Neves, o Grupo dos Dez, de Belo Horizonte, conta a vida do lendário boêmio carioca Madame Satã em forma de musical. A peça aborda questões importantes presentes na vida do artista, como a homofobia, o racismo e a homoafetividade. A trilha sonora é inédita.
Quinta, sexta, sábado e domingo, 19h15. Na Caixa Cultural (praça da Sé, 112, metrô Sé, São Paulo). Grátis (ingressos distribuídos a partir das 9h em cada dia de apresentação). Até 18/7/2017

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Sobre o autor

Miguel Arcanjo Prado é jornalista formado pela UFMG, pós-graduado na USP e mestrando em Artes na UNESP. É vice-presidente da APCA. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV UFMG, O Pasquim 21, TV Globo, Curso Abril de Jornalismo, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, R7, Record e Record News.

Sobre o blog

O Blog do Arcanjo conta de um jeito leve e inteligente o que rola nos palcos e nos bastidores do mundo do Entretenimento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Topo