Topo
Blog do Arcanjo

Blog do Arcanjo

Categorias

Histórico

Legalização da maconha é tema de Apto420, novo filme de Dellani Lima

Miguel Arcanjo Prado

26/07/2017 11h01

Apto420: o protagonista Henrique Zanoni e o cineasta Dellani Lima durante as filmagens em São Paulo – Foto: Aline Arruda

Por Miguel Arcanjo Prado

O cineasta Dellani Lima resolveu misturar ficção e documentário em seu novo filme, que tem a legalização da maconha e a luta antiproibicionista como pano de fundo.

"Apto420" tem pré-estreia mundial no próximo domingo (30), às 19h, no CineSesc (r. Augusta, 2075), dentro da programação do 12º Festival de Cinema Latino Americano de São Paulo — o evento começa nesta terça (26), com abertura às 20h30 no Memorial da América Latina com exibição gratuita e ao ar livre do filme "Corpo Elétrico", de Marcelo Caetano, e vai até 2 de agosto.

"É necessário ampliar o debate sobre o uso da maconha e a urgência da descriminalização das drogas", fala o diretor, nascido em Campina Grande, na Paraíba, e hoje radicado na capital paulista após passagens por Fortaleza e Belo Horizonte.

Dellani afirma ser "cannabista há tempos" e lembra que "citava a maconha em alguns filmes e músicas", já que também é músico. Até que veio a ideia: "Por que não fazer um filme, no qual a erva fosse protagonista?".

O cineasta se declara um "defensor do uso das plantas tanto para o autoconhecimento, para a cura de males físicos e psíquicos, como também para a diversão… por que não?!".

Bastidores das filmagens de "Apto420", de Dellani Lima: filme antiproibicionista em relação à maconha – Foto: Aline Arruda

A partir dos primeiros rascunhos, ele contou com a ajuda do historiador Rafael Morato Zanatto, "importante ativista da cannabis", que serviu como consultor na elaboração do roteiro.

O novo longa do diretor de "Planeta Escarlate" e "Trago Seu Amor" é um híbrido de ficção e documentário com duração de 100 minutos, que narra a história de Djalma (Henrique Zanoni), um jornalista que resolve escrever um almanaque antiproibicionista durante uma seca de maconha na cidade de São Paulo.

Laila Pas vive Valentina no filme "Apto420" de Dellani Lima – Foto: João Toledo

"Enquanto Djalma investiga assuntos e histórias relacionadas à maconha, ele e seus amigos tentam conseguir um pouco de erva", adianta Dellani, lembrando que seu novo filme tem "drama, comédia e investigação em uma só história", lembrando tratar-se de uma "produção totalmente de forma independente".

"No filme eu tento abordar o assunto por meio de várias questões sócio-políticas, econômicas e culturais a respeito da erva", declara.

O ator argentino Juan Manuel Tellategui interpreta Diego em "Apto420", de Dellani Lima – Foto: Bruno Risas

No elenco do filme protagonizado por Henrique Zanoni estão atores da cena contemporânea brasileira e latina, como o argentino Juan Manuel Tellategui (Diego) e Laila Pas (Valentina), rosto já conhecido na cinematografia de Dellani Lima.

O longa ainda conta com nomes vindos da música como Daniel Groove (Pascoal), Tatá Aeroplano (Guido) e Rafael Castro (Edgar), além de alguns dos maiores especialistas sobre a maconha e a luta antiproibicionista no Brasil, tais como o historiador e professor da USP Henrique Carneiro, o antropólogo Edward MacRae, o biomédico Renato Filev, o historiador Rafael Morato Zanatto e o advogado criminalista Cristiano Maronna.

Ainda participam do filme Shima (Sato), Elisa Porto (Muriel), André Gatti, Rodrigo Lacerda Jr. (Beto), Renan Rovida (Gordão) e Felipe Soares.

Tatá Aeroplano (Guido) e Daniel Groove (Pascoal) em cena de "Apto420", filme de Dellani Lima – Foto: Aline Arruda

Dellani demonstra estar contente de estrear seu longa num festival focado na produção audiovisual da América Latina, com seu filme entre os destaques do cinema latino contemporâneo.

"Neste momento que vivemos, é simbólico estar em um festival potente como este, que aglutina povos e lutas latino-americanas, além de ser uma janela importante para o cinema em São Paulo", conclui.

Rafael Castro (Edgar) e Daniel Groove (Pascoal) em "Apto420" – Foto: Bruno Risas

"Apto420" tem na equipe técnica Ana Moravi (Som Adicional), Aline Arruda (Still), Celina Genereze (Som Adicional, Assistente de Produção e de Arte), João Toledo (Som, Assistente de Produção e de Arte), Laila Pas (Produção e Arte), Lê Almeida (Trilha Sonora), Rafael Morato Zanatto (Argumento e Consultoria de Roteiro), Bruno Risas (Fotografia e Câmera), Henrique Zanoni (Produção, Som, Montagem e Assistente de Direção), Dellani Lima (Argumento, Roteiro, Produção, Direção, Câmera, Arte, Montagem, Cor e Desenho de Som).

Leia mais: Dellani Lima une cinema e música e conquista SP

Cartaz do filme "Apto420", de Dellani Lima, que estreia no 12º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo – Foto: Divulgação

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Sobre o autor

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes Cênicas pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, TV Globo Minas, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia e Band. Foi eleito duas vezes um dos dez melhores jornalistas de Cultura em Mídia Eletrônica do Brasil pelo Prêmio Comunique-se.

Sobre o blog

O Blog do Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e bastidores do Entretenimento e da Cultura de um jeito leve e inteligente.