Blog do Arcanjo

Categorias

Histórico

Adriana Lessa volta à TV após Europa e musical Cartola

Miguel Arcanjo

12/08/2017 11h01

Adriana Lessa no musical “Cartola”: turnê pelo Brasil e sessão neste sábado em BH – Foto: Aline Aquino

Por Miguel Arcanjo Prado

Adriana Lessa vai estar de volta à Globo na série “Cidade Proibida”, ainda sem data de estreia. A atriz que esteve recentemente em um festival de teatro europeu com duas peças atualmente pode ser vista na reprise da novela “Senhora do Destino” e também nos palcos, pois circula o Brasil com o musical “Cartola – O Mundo É um Moinho”. Pelo trabalho, foi indicada ao Prêmio Bibi Ferreira como melhor atriz coadjuvante. Neste sábado (12), às 19h, o musical faz sua última apresentação no Sesc Palladium, em Belo Horizonte, dentro do projeto Teatro em Movimento. Direto da capital mineira, Adriana conversou com o Blog do Arcanjo do UOL sobre a volta à TV, o musical, a viagem recente à Europa e a situação dos atores negros. Leia com toda a calma do mundo.

Veja também:
Público torce por patroa negra contra brancas
Denise Assunção rouba a cena em peça
Madame negra causa terremoto em relações raciais

Miguel Arcanjo Prado — Você acaba de voltar de um festival de teatro europeu?
Adriana Lessa — Esta é a segunda vez que participo de um Festival Internacional de Teatro na Europa. A primeira vez foi em 1986, quando iniciei meus estudos com o diretor Antunes Filho. Viajamos pela França, Espanha, Áustria, Alemanha e Grécia com os espetáculos “Macunaíma” e “A Hora e Vez de Augusto Matraga”. Desta vez, em 2017, participei do Festival Internacional de Teatro de Copenhague, na Dinamarca com os espetáculos “A Mais Forte”, de August Strindberg, e “A Mais Forte II”, de Dorrit Willmusen, com direção do dinamarquês Soren Helerup.

Miguel Arcanjo Prado — Como foi essa experiência?
Adriana Lessa — A experiência artística e pessoal foi muito enriquecedora! Tivemos muitos artistas dinamarqueses e de outros países em nossa plateia, assim como a presença de alguns brasileiros como Carlos Paranhos, nosso embaixador do Brasil na Dinamarca. E a Dinamarca é um dos países com menor índice de corrupção do mundo. Todos os cidadãos realmente vivem e se comportam para o bem comum!

Miguel Arcanjo Prado — Como é voltar a fazer o musical sobre Cartola?
Adriana Lessa — De volta ao Brasil, após as apresentações na Dinamarca, começamos a turnê nacional do musical “Cartola, O Mundo É um Moinho”. Estamos muito satisfeitos por, além de termos uma excelente audiência com total lotação nas apresentações, realizarmos também, em parceria com a Fundação Palmares, formação de plateia com cidadãos que nunca tinham ido ao teatro.

Adriana Lessa e Flávio Bauraqui em “Cartola” – Foto: Aline Aquino

Miguel Arcanjo Prado – Qual a importância de falar de Cartola?
Adriana Lessa – Retratar e homenagear Angenor de Oliveira, nosso Cartola, possibilita o protagonismo negro e também o fortalecimento de sua representatividade no palco e plateia. Contamos uma história de respeito próprio, resiliência, produtividade, perseverança e amor! Também sinto-me muito grata e feliz com a indicação ao Prêmio Bibi Ferreira, na categoria atriz coadjuvante.

Flávio Bauraqui: “Lição de Cartola é fé na vida”

Miguel Arcanjo Prado — A situação para o ator negro no teatro está melhorando? Há hoje maior consciência dos produtores e diretores em escalar atores negros?
Adriana Lessa — Apesar de toda nossa miscigenação, nosso Brasil é um país com muitos preconceitos e intolerâncias não somente com afrodescendentes mas também com indígenas e migrantes. Melhorarmos como seres humanos é um exercício diário para todos nós! O protagonismo negro existe em nossa sociedade. É importante conhecermos os mecanismos e leis, em nosso sistema, para nos valermos e nos apropriamos das possibilidades para realização de produções próprias além de realizarmos​ produções também já existentes. Não conheço a consciência de cada um. Resiliência!

Miguel Arcanjo Prado — Você vai voltar a TV. O que pode adiantar?
Adriana Lessa — Meu trabalho mais recente na TV ocorreu em 2016, na novela “A Escrava Mãe”, de Gustavo Reis, com direção geral de Ivan Zettel, para a Record. Neste momento, estou em gravações de “Cidade Proibida”, série policial de Mauro Wilson e Maurício Farias, para a Globo. A série é ambientada nos anos 1950, no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Minha personagem é Gracinda, uma mulher forte, casada há 20 anos com o personagem de Ailton Graça, com o qual tem uma filha.

Miguel Arcanjo Prado — Você assiste à reprise de “Senhora do Destino”? O que acha do sucesso da novela ainda hoje?
Adriana Lessa — Em alguns momentos livres assisto um pouco, pois tenho trabalhado bastante. Além do Brasil, a novela está sendo exibida e reexibida em vários outros países atualmente. É uma grande alegria rever, em todos os aspectos, “Senhora do Destino”. Muitas críticas e apontamentos de nossa sociedade são apresentados na novela do Aguinaldo Silva. Espero que através de reflexões pessoais possamos melhorar nossa sociedade.


Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Sobre o autor

Miguel Arcanjo Prado é jornalista formado pela UFMG, pós-graduado na USP e mestrando em Artes na UNESP. É vice-presidente da APCA. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV UFMG, O Pasquim 21, TV Globo, Curso Abril de Jornalismo, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, R7, Record e Record News.

Sobre o blog

O Blog do Arcanjo conta de um jeito leve e inteligente o que rola nos palcos e nos bastidores do mundo do Entretenimento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Blog do Arcanjo
Topo