Topo
Blog do Arcanjo

Blog do Arcanjo

Categorias

Histórico

Teatro negro é foco da Segunda Crespa em SP

Miguel Arcanjo Prado

11/12/2017 09h57

O ator Preto Amparo em cena de “Violento'', peça dirigida por Alexandre de Sena que faz sessão grátis nesta segunda (11), às 19h30, no Teatro Heleny Guariba, na praça Roosevelt, em SP, na Segunda Crespa – Foto: Pablo Bernardo/Divulgação/Blog do Arcanjo

Salvador, com A Cena Tá Preta, e Belo Horizonte, com a Segunda Preta, foram cidades pioneiras ao darem protagonismo para as produções cênicas negras em uma programação especial. Agora, São Paulo também recebe a onda negra teatral na Segunda Crespa.

O evento que faz sua segunda edição nesta segunda (11), no Teatro Heleny Guariba, na praça Franklin Roosevelt, 184, região central paulistana, a partir das 19h30, com entrada gratuita.

Será apresentado o espetáculo mineiro “Violento”, com Preto Amparo e direção de Alexandre de Sena. Após a sessão, haverá uma roda de conversa com o tema: “Narrativas Negras e Apropriação Cultural”.

Participam como convidados Preto Amparo, Alexandre de Sena, Luiz Silva (Cuti), Lucélia Sérgio, Sidney Santiago Kuanza, Dione Carlos, Miguel Arcanjo Prado (autor deste blog), Rosane Borges e Jé Oliveira.

Primeiro solo do ator Preto Amparo, “Violento'' fala do racismo estrutural no Brasil, sob direção de Alexandre de Sena – Foto: Pablo Bernardo/Divulgação/Blog do Arcanjo

O projeto Segunda Crespa é encabeçado pela Cia. de Teatro e Intervenções Urbanas Os Crespos, formada por atores negros saídos da Escola de Arte Dramática da USP e com 12 anos de atividades ininterruptas. Em foco estão arte, política, teoria e ativismo negro, com os atores Sidney Santiago Kuanza e Lucélia Sérgio.

“A Segunda Crespa quer promover o encontro de artistas negros de teatro e das artes negras, para apreciação, discussão, reflexão e construção de material crítico sobre os trabalhos que vêm sendo desenvolvidos por esses artistas, juntamente com a formação de público na cidade de São Paulo”, fala Sidney Santiago Kuanza.

Sidney aponta que o projeto “é consequência de um movimento nacional de fortalecimento da cena negra”, citando os projetos veteranos A Cena Tá Preta, em Salvador, e Segunda Preta, em Belo Horizonte.

Por falar no projeto mineiro, no último sábado (9), na Casa Lúdica, na zona leste paulistana, houve a “Prosa Preta”. Foi apresentada a história da Segunda Preta em BH e seus conceitos de construção horizontal, tecnologia de aquilombamento e estrutura afetiva de produção e organização.

O evento ainda contou com culinária afro-mineira da chef Zora Tikar Hausa Fulani Santos e discotecagem de Alexandre de Sena, além da presença de outros nomes da Segunda Preta, como a atriz Soraya Martins. Depois, o grupo seguiu para a Aparelha Luzia, efervescente centro cultural negro paulistano.

Curta Miguel Arcanjo no Facebook
Siga Miguel Arcanjo no Instagram

Sobre o autor

Miguel Arcanjo Prado é jornalista formado pela UFMG, pós-graduado na USP e mestrando em Artes na UNESP. É vice-presidente da APCA. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV UFMG, O Pasquim 21, TV Globo, Curso Abril de Jornalismo, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, R7, Record e Record News.

Sobre o blog

O Blog do Arcanjo conta de um jeito leve e inteligente o que rola nos palcos e nos bastidores do mundo do Entretenimento.