Topo
Blog do Arcanjo

Blog do Arcanjo

Categorias

Histórico

Prêmio Shell de Teatro divulga indicados no 2º semestre de 2017

Miguel Arcanjo Prado

20/12/2017 18h55

Cena de “Grande Sertão: Veredas'', peça com três indicações ao Prêmio Shell em SP – Foto: Roberto Pontes/Divulgação

O Prêmio Shell de Teatro divulgou nesta quarta (20) os indicados referente ao segundo semestre no Rio e em São Paulo.

Tanto no Rio quanto em São Paulo os espetáculos mais indicados fazem referência a importantes nomes da literatura nacional: Guimarães Rosa e Ariano Suassuna.

A peça “Grande Sertão: Veredas”, com direção de Bia Lessa e que traz Caio Blat no elenco, é a que concorre em mais categorias na edição paulistana. São três: Direção, Ator e Música.

No Rio de Janeiro o grande destaque é “Suassuna – O Auto do Reino”, que homenageia o escritor que completaria 90 anos este ano. A peça é estrelada pela Cia Barca dos Corações partidos.

Em São Paulo, o homenageado da edição 2018 será Ney Latorraca por sua performance artística e engrandecimento da cena teatral. Este ano, o ator reviveu nos palcos um de seus personagens mais queridos e marcantes nas novelas, o vampiro Vlad, no musical “Vamp”. No Rio a homenagem será a Hélio Eichbauer por seu trabalho ao longo de mais de 50 anos de renovação da cenografia brasileira — ele é o responsável pelo cenário de “O Rei da Vela'', do grupo paulistano Oficina.

Siga Miguel Arcanjo no Instagram
Curta Miguel Arcanjo no Facebook
Siga Miguel Arcanjo no Twitter

Confira abaixo a lista completa de indicados do segundo semestre ao 30º Prêmio Shell de Teatro de São Paulo e do Rio de Janeiro.

SÃO PAULO

Autor:
Marcio Abreu, Grace Passô e Nadja Naira por “Preto”
Newton Moreno por “Imortais”

Direção:
Bia Lessa por “Grande Sertão: Veredas”
Gabriel Vilella por “Boca de Ouro”

Ator:
Caio Blat por “Grande Sertão: Veredas”
Daniel Warren por “Ponto de Vista de um Palhaço”

Atriz:
Mel Lisboa por “Boca de Ouro”
Denise Fraga por “A Visita da Velha Senhora”

Cenário:
Marisa Bentivegna por “Enquanto Ela Dormia”
Daniela Thomas e Felipe Tassara por “Selvageria”

Figurino:
Ronaldo Fraga por “A Visita da Velha Senhora”
Fabio Namatame por “Cantando na Chuva”

Iluminação:
Wagner Pinto por “Dilúvio”
Aline Santini por “A Serpente”

Música:
Gregory Slivar por “Tchekhov é um Cogumelo”
Egberto Gismonti por “Grande Sertão: Veredas”

Inovação:
“Grupo XIX de Teatro” pela manutenção da sede na Vila Maria Zélia, zona leste, e parceria com artistas de áreas diversas.
“Teatro do Sol” pela intensa atividade artística em diálogo direto com a plateia da zona norte.

RIO DE JANEIRO

Autor:
Braulio Tavares por “Suassuna – O auto reino do sol”
Pedro Kosovski por “Tripas”

Direção:
Luiz Carlos Vasconcelos por “Suassuna – O do auto reino do sol”
Paulo de Moraes por “Hamlet”

Ator:
Adrén Alves por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Ricardo Kosovski por “Tripas”

Atriz:
Guida Vianna por “Agosto”
Letícia Isnard por “Agosto”
Juliane Bodini por “Dançando no escuro”

Cenário:
Aurora Sérgio Marimba por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Carla Berri e Paulo de Moraes por “Hamlet”

Figurino:
Kika Lopes e Heloisa Stockler por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Marcelo Olinto por “Zeca Pagodinho: uma história de amor ao samba”

Iluminação:
Maneco Quinderé por “Hamlet”
Paulo Cesar Medeiros por “O Jornal”

Música:
Chico César, Beto Lemos e Alfredo Del Penho por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Marcelo Alonso Neves por “Dançando no escuro”

Inovação:
“Escola Spetáculo” pelo contínuo trabalho de formação e inserção de jovens profissionais na área técnica das artes cênicas.
Espetáculo “Tripas” pela forma de realização entre a universidade, através dos programas de pós-graduação, e a produção teatral.

 

Sobre o autor

Miguel Arcanjo Prado é jornalista formado pela UFMG, pós-graduado na USP e mestrando em Artes na UNESP. É vice-presidente da APCA. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV UFMG, O Pasquim 21, TV Globo, Curso Abril de Jornalismo, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, R7, Record e Record News.

Sobre o blog

O Blog do Arcanjo conta de um jeito leve e inteligente o que rola nos palcos e nos bastidores do mundo do Entretenimento.